NARS The Multiple, Orgasm

NARS The Multiple, Orgasm

NARS The Multiple, Orgasm

  • Makes perfect, glowing complexions and is conveniently designed for failproof application
  • Pink champagne with shimmer
  • Transparent color for eyes, cheeks and lips
  • Sheer, mistake-waterproof color; quick and simple to apply
  • The original multifunction, all-over color stick

The original multi-purpose stick for eyes, cheeks, lips and body. Its unique, creamy formula blends effortlessly to provide sheer color for making shimmering accents, contours or dynamic highlights on all skin tones. Makes perfect, glowing complexions and is conveniently designed for failproof application… .


NARS The Multiple, Orgasm

We certainly have explored the web to find the best quality prices available. Click Here to come across the best places to buy the best price on NARS The Multiple, Orgasm
View the point highlight and review


Search And Suggestion for NARS The Multiple, Orgasm

  • nars the multiple by nars highlighter review
    • Review for Nars, Nars The Multiple, Highlighter. Read more Nars product reviews at Total Beauty..
      http://www.totalbeauty.com/reviews/product/6088931/nars-the-multiple
  • nars 'the multiple' stick nordstrom
    • Free shipping and returns on NARS 'The Multiple' Stick at Nordstrom.com. A multi-purpose stick for eyes, cheeks, lips and body. Its unique, lightweight, cream-to .
      http://shop.nordstrom.com/s/nars-the-multiple-stick/2893770
  • the multiple nars sephora shop makeup fragrance
    • What it is:An all-in-one, cream-to-powder, multipurpose makeup stick.What it does:NARS The Multiple beautifully highlights, sculpts, and warms the eyes, cheeks, lips .
      http://www.sephora.com/the-multiple-P2866
  • nars cosmetics the official store makeup and skincare
    • Shop the full line of NARS cosmetics, makeup & skincare products. Discover the latest Collections, Online exclusives, Artist tips and Videos..
      http://www.narscosmetics.com/
  • nars multiple in orgasm this jane is vain
    • Snake oil salesmen will have a field day when they meet me. I'm the sort of person who watches home TV shopping commercials for fun. If I had any money .
      http://vainjanewrites.wordpress.com/2013/02/02/nars-multiple-in-orgasm/
  • nars the multiple multipurpose stick orgasm beauty com
    • Buy NARS The Multiple Multi-Purpose Stick, Orgasm with free shipping on orders over $35, gifts-with-purchase, expert advice - plus earn 5% back | Beauty.com.
      http://www.beauty.com/nars-the-multiple-multi-purpose-stick-orgasm/qxp182789
Related Search Word and Term : nars blush by nars blush review total beautynars orgasm illuminator youtubeorgasm collection iconic makeup by nars cosmetics nars NARS The Multiple, Orgasm

NARS The Multiple, Orgasm

Confira Cartografia dos Afetos

Você compartilhou seu e-mail com Cartografia dos Afetos, que enviou este convite para você curtir sua página no Facebook Cartografia dos Afetos Cartografia dos Afetos
Você compartilhou seu e-mail com Cartografia dos Afetos, que enviou este convite para você curtir sua página no Facebook
page_profile_pictureCartografia dos AfetosCartografia dos Afetos
 
 
Obrigado,
A Equipe do Facebook.
Essa mensagem foi enviada para naredecomcivone.postano@blogger.com. Se você não deseja receber esses e-mails do Facebook no futuro, Cancele a inscrição. Facebook, Inc., Attention: Department 415, PO Box 10005, Palo Alto, CA 94303

AMO COMO QUEM NÃO TEME - Mostra de Poéticas Contemporâneas de Civone Medeiros



APRESENTAÇÃO

       A exposição AMO COMO QUEM NÃO TEME transita entre a Literatura e as Artes Visuais.  É um site specific* que conta com uma vídeo-instalação, dois painéis constituídos de poesias e imagens impressas em tecido, sendo um painel colorido e outro branco que cobrem integralmente as paredes laterais da Galeria Xico Santeiro do Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão. A artista numa atitude risomática estende a exposição ao Largo Dom Bosco/Pátio da Praça Augusto Severo, através de Varais Poéticos (poesias impressas em tecido). São sete obras que compõe a exposição – tornando-se uma única obra/instalação: o PoeManta, Ofertório Coração, AmorAção, PoemMantra Sonora, Chão de Santinhas e Varal Poético mais a Cartografia dos Afetos, numa parceria com o premiado fotógrafo mineiro radicado em Nata/RN, Morvan França. A Cartografia dos Afetos é uma série fotográfica com os Corações Impressos da artista e é uma participação especial em transparências fotográficas sobrepostas no painel PoeManta.
            Civone Medeiros é Poeta e Artista e escolheu imprimir em pedaços de tecido de pequeno formato para tornar sua produção mais acessível às pessoas, assim o trabalho entra em suas casas e vidas e passam a fazer parte do cotidiano individual e coletivo.  Desde o fim da década de 80 a artista desenvolve pesquisa aproximando poesia e imagem. No seu processo criativo, a imagética do coração se transforma em gestualidade do corpo artístico, poético e político.
            O projeto AMO COMO QUEM NÃO TEME oferece como contrapartida o LAB com Vivências (Laboratório Criativo de Convivência) que consiste em Oficinas de Estamparia e Protagonismo Poético dirigido ao público visitante da Exposição. O caráter e peculiaridade experimental e laboratorial como proposta educativa-interativa complementar a exposição, destina-se a formação de professores-multiplicadores de saberes e a estudantes de ensino médio e superior, através de dinâmicas lúdicas e colaborativas onde todos opinam e contribuem com o processo e possibilita que novos públicos enxerguem a Arte e a Literatura por um viés apaixonado e próximo de suas vidas.
* O lugar, o site, o situs, o sítio específico é o ‘isto’ que acontece no espaço e para ele. Embora caiada pelo modernismo e, atualmente, pelo que se denomina pós-modernismo, a obra-para-o-lugar é o provável fundamento do estar-da-obra, sejam as cavernas de outrora, a parede, o espaço público e cívico e com bastante frequência atualmente, as salas dos museus e galerias. Se todas as obras são feitas para lugares, para sítios, algumas delas referendam essa abertura, propondo-se ser o destino e polo irradiador como seu Locus Poético.
Imagem inline 2

FICHA TÉCNICA

Curadoria:
Sanzia Pinheiro

Produção: 
Nalva Melo
Rosane Felix
Dora Bielschowsky

Assessoria de Imprensa:
Antonio Nahud Jr

LAB com Vivências/Mediação:
Thiago Medeiros
Alessandra Augusta
Efigênia Oliveira
Civone Medeiros 


Sonoplastia e Edição de Imagens:
Paulo Lima (ICAP)

Realização:
ICAP – Instituto Cultural Audiovisual Potiguar

Parcerias:
Casa Artística nA Jaguarari
Café Salão Nalva Melo
Coletivo Sobre-A-Mar
Coletivo Records
Jocil Decorações
Tropa Trupe/Renata Marques
Bardallos Comida e Arte
Bar da Meladinha

Contatos/Informações:
Sanzia Pinheiro – 9423-8098 – aranha.asa@gmail.com
Nalva Melo – 8861-9616 – nalvamel8@hotmail.com

Work in Process/Fan Page no FaceBook:



» http://civonemedeiros.tumblr.com
 ICAP - Instituto Cultural e Audiovisual PotiguarRua Carlos Serrano, 2052 - Lagoa Nova - CEP 59.076-740
Natal-RN | institutoculturalpotiguar@gmail.com | [84] 3206-0313


O muro mais famoso do Brasil

Brasileiro de 19 anos cria site para ficar milionário vendendo tijolos de um Muro!


Imagina ficar milionário vendendo tijolos virtuais? O brasileiro Alexandre Lavrador faz exatamente isso e está fazendo sucesso com sua empreitada no mínimo absurda.

A ideia é bastante simples, a página inicial do site é a imagem de um muro onde donos de sites, blogs, lojas virtuais e etc podem colar seus banners por apenas R$99,90 cada quadrante. Alexandre Lavrador, carioca de apenas 19 anos, investe todo o capital arrecadado em ativos da bovespa acreditando que um bom capital inicial, somado ha alguns anos de rentabilidade, se transformará em um milhão de reais. Em entrevista exclusiva ao nosso blog, Alexandre nos contou que seu maior foco são nos papéis da Vale(vale5) mas que sua carteira também conta com ativos da Petrobrás (R$1.000,00 comprado por R$18,35), Souza Cruz (cruz3), Grendene (grnd3), Metal Leve (leve3) e pretende diversificar ainda mais.


O jovem investidor já arrecadou até o momento R$17.415,90 só com as vendas dos tijolos no muro que conta com alguns sites famosos como a rede social Rockbanger, o site oficial do Porta dos fundos, blogs famosos como Não salvo, La fênix, Ah negão dentre outros. Os banners vão desde lojas virtuais até blogs pessoais.

A iniciativa promove maior visibilidade aos sites linkados ao muro, visto que, segundo seu fundador, a visitação diária chega a ultrapassar a incrível marca de 7 milhões de internautas. Imagine milhões de pessoas por dia observando curiosamente uma simples imagem de um muro virtual? Não duvido de mais nada depois dessa! É possível, ao passar com o mouse por cima dos banners, visualizar o número de cliques que o mesmo já recebeu. O banner mais clicado até então foi o da rede social Rockbanger, com 185.164.161 cliques! Uau!

Alexandre também nos conta que em 19 de julho de 2012, um grupo hacker ameaçou tirar o site do ar caso não fosse paga a quantia de R$10.000,00 em bitcoins.

"Tudo era um sucesso até um grupo hacker exigir uma extorsão de 10 mil Reais para o site. O pior é que eles conseguiram tirar o site do ar e o Divulgablog teve que migrar para um servidor mais seguro e foi adquirido o domínio divulgablogsite.com. Esta transição foi um tombo, mas o apoio dos parceiros e clientes do muro foi tamanho que o site pode voltar com todo o vapor."

Então, o vocês acharam desta iniciativa? Pura insensatez de um mundo moderno, ou genialidade?


Fonte: http://www.humorpirata.com/2013/11/o-muro-mais-famoso-do-brasil_4.html

E-mail Marketing 2013 -

Clique aqui para ser removido

Textamento d'Amor: Demasiada & Humanamente Atualizando & m'Apropriando do H.Hesse


❤ » 'Quanto mais envelheço, quanto mais insípidas me parecem as pequenas satisfações que a vida me dá, tanto mais claramente compreendo onde eu devo procurar a fonte das alegrias da vida. Aprendi que ser amada não é nada, enquanto amar é tudo (...).

O dinheiro não é nada, o poder não é nada. Vejo tanta gente que tem dinheiro e poder, e mesmo assim são infelizes. A beleza não é nada. Vejo homens e mulheres belos, infelizes, apesar de sua beleza. Também a saúde não conta tanto assim. Cada um tem a saúde que sente. Há doentes cheios de vontade de viver e há sadios que definham angustiados pelo medo de sofrer.

A felicidade é amor, só isto. Feliz é quem sabe amar. Feliz é quem pode amar muito. Mas amar e desejar não é a mesma coisa. O amor é o desejo que atingiu a sabedoria. O amor não quer possuir. O amor quer somente amar.'

^Hermann Hesse pour moi, C!V ~ www.naredecomcivone.blogspot.com

25 discos de 2012 disponibilizados pelos próprios artistas para download ou audição online

Na Íntegra via http://albumitaucultural.org.br/notas/na-integra-online:  Seleção traz 25 discos de 2012 disponibilizados pelos próprios artistas para download ou audição online
texto itamar dantas

Desde que o Napster foi lançado, em 1999, a troca de arquivos em mp3 na internet tem deixado músicos, compositores e indústria fonográfica de cabelo em pé, e gerado uma intensa discussão sobre o melhor modelo para recolhimento de direitos autorais no meio musical. Enquanto alguns músicos defendem o acirramento de políticas contra a troca livre de dados na rede, outros têm se utilizado dela para promover seus trabalhos e chegar a um maior número de pessoas. Como forma de divulgar sua música, muitos têm disponibilizado seus discos na íntegra, para download ou audição online.
O Álbum lista 25 discos brasileiros lançados em 2012 e disponibilizados na íntegra pelos próprios artistas, para ouvir e/ou baixar!
1 – BAHIA FANTÁSTICA  [Rodrigo Campos]
Depois do elogiado São Mateus Não É um Lugar Tão Distante Assim (2009), Rodrigo Campos lançou em 2012 seu segundo disco, Bahia Fantástica, também aclamado pela crítica. O álbum conta com a participação de Criolo, Kiko Dinucci, Thiago França, Romulo Fróes, Marcelo Cabral, Luisa Maita, Thiago França, Juçara Marçal e Guilherme Held.
2 – NORDESTE OCULTO [Cabruêra]
O quinto álbum da banda Cabruêra é um projeto multimídia. O CD Nordeste Oculto conta com um livro de fotografias de Augusto Pessoa, poesias de Alberto Marsicano e músicas que costuram essas experiências, oferecendo um paralelo entre a religiosidade nordestina e as tradições orientais.
3 – SINTONIZA LÁ [BNegão e os Seletores de Frequência]
Nove anos depois do primeiro álbum (Enxugando o Gelo, 2003), BNegão e os Seletores de Frequência chegam ao segundo disco, Sintoniza Lá. O ex-Planet Hemp mantém a mistura sonora que caracterizou o primeiro trabalho, com hip-hop, funk e soul aliados a letras contundentes e críticas.
4 – METAL METAL [Metá Metá]
O segundo álbum do grupo Metá Metá faz jus ao seu nome, trazendo uma sonoridade pesada, rock and roll, para a batida e o embalo da música afrobrasileira. Os temas são cantados por Juçara Marçal e embalados pela guitarra de Kiko Dinucci e pelo saxofone de Thiago França.
5 – ARROCHA [Curumin]
O paulistano Curumin lançou seu quarto álbum em 2012. Música eletrônica com ritmos que vão do reggae à MPB marcam o disco. Com participações de Céu, Guizado, Marcelo Jeneci e Russo Passapusso.
6 – IDENTIDADE [Itiberê Zwarg & Grupo]
Itiberê Zwarg é conhecido por seu trabalho como baixista na banda de Hermeto Pascoal. O disco Identidade, lançado em 2012, tem como estrutura a música universal, defendida pelo parceiro Pascoal, e faz um passeio pelas memórias do músico, desde a sua infância. Todos os temas são compostos pelo baixista, exceto “Bem Vindos Todos Juntos na Pindaíba!”, de Hermeto.
7 -  II [ Marginals]
O trio Thiago França, Marcelo Cabral e Tony Gordin lançou em setembro o segundo álbum do projeto MarginalS. Nele, os músicos colocam em xeque a autoria. Os temas não têm nome nem compositores; são improvisações registradas “ao vivo”, em estúdio. Os grooves são desenvolvidos pelo trio, com o peso de um baixo distorcido e do sax alto de Thiago França.
8 – A MÚSICA DA ALMA [Amplexos]
A banda Amplexos é de Volta Redonda, RJ. Em novembro lançou o segundo disco da carreira, com sonoridade marcada pelo afrobeat. A banda tem no currículo shows ao lado do guitarrista Oghene Kologbo, que tocou com Fela Kuti na banda Africa 70.
9 – AFROELECTRO [AfroElectro]
A banda AfroElectro, formada em 2009, alia a sonoridade do afrobeat a batidas eletrônicas e ritmos brasileiros. O grupo é composto dos músicos Sérgio Machado (bateria, teclados, programações e vocais), Michael Ruzitschka (guitarras e vocais), João Taubkin (baixo elétrico e vocais), Mauricio Badé (percussão e vocais) e Denis Duarte (loops, percussão e vocais).
1o – AQUI É O MEU LÁ [Ricardo Herz Trio]O violino de Ricardo Herz tem se tornado cada vez mais conhecido no Brasil. O terceiro álbum, Aqui É o Meu Lá, teve produção e direção musical do pianista Benjamim Taubkin. Acompanhado de Pedro Ito (bateria e percussão) e Michi Ruzitschka (violão de 7 cordas), Ricardo Herz Trio passeia por ritmos regionais, como o forró e o chorinho.
11 – NAVE MANHA [Trupe Chá de Boldo]O segundo disco da carreira do grupo conta com produção de Gustavo Ruiz e participações de André Abujamra, Alzira Espíndola, Tatá Aeroplano, Márcia Castro, PeriPane, Simone Sou, Otávio Ortega, Marcelo Pretto e Lu Horta.
12 – CAIXA CUBO [Caixa Cubo]
O disco de estreia do duo Caixa Cubo, formado pelos instrumentistas João Fideles e Henrique Gomide, tem o jazz, a música erudita e o sambalanço como principais referências. Em 2012, o grupo se apresentou no festival Jazz à Vienne, na França.
13 – DERIVASONS [Chico Correa & Electronic Band]
Quando lançou o primeiro disco, em 2007, Chico Correa já queria que outros artistas fizessem versões de suas músicas para que entrassem no álbum. Não foi possível, mas quando reuniu 14 músicas lançou o EP virtualDerivaSons, lançado apenas online.
14 – THIS IS ROLÊ [Macaco Bong]
O power trio de Mato Grosso foi formado em 2004 e sempre usou a internet como principal disseminador de seus trabalhos. O terceiro disco, This is Rolê, tem participação do ex-mutante Túlio Mourão e mantém a pegada rock and roll que consagrou o trio no meio alternativo.
15 – ABAYOMY AFROBEAT ORQUESTRA [Abayomy Afrobeat Orquestra]
A Abayomy Afrobeat Orquestra foi formada no Rio de Janeiro em 2009 para se apresentar no Fela Day daquele ano, em homenagem ao ícone do afrobeat Fela Kuti. E, três anos depois, o grupo lançou também no Fela Day o autointitulado primeiro álbum, com seis músicas, sob a produção de André Abujamra.
16 – AVANTE [Siba]
O pernambucano Siba foi guitarrista da banda Mestre Ambrósio, um dos ícones do movimento Maguebeat. Com produção de Fernando Catatau [Cidadão Instigado e Banda Cê] e do próprio Siba, o disco passeia pelo rock and roll e por ritmos regionais como o maracatu e a ciranda.
17 – DE PÉS NO CHÃO [Marcia Castro]
A cantora baiana já participou de discos e shows ao lado da nata da MPB e traz no repertório versões para músicas de Gilberto Gil, Gonzaguinha, Tom Zé e Novos Baianos.
18 – O HÁBITO DA FORÇA [Filarmônica de Pasárgada]
A Filarmônica de Pasárgada é uma banda formada nos corredores da USP. Este primeiro disco traz música popular com letras e arranjos bem trabalhados, mesclando as referências eruditas e populares do grupo. O álbum conta com a participação de Luiz Tatit, Ná Ozzetti, Kassin, Cerqueira e Lurdez da Luz e foi gravado nos estúdios do selo Coaxo do Sapo, de Guilherme Arantes, na Bahia.
19 – TUDO TANTO [Tulipa Ruiz]
O segundo álbum de Tulipa Ruiz veio com a responsabilidade de manter as boas críticas de seu primeiro, Efêmera(2010). Participam dele Criolo, Lulu Santos, São Paulo Underground, Daniel Ganjaman, Kassin e Rafael Castro.
20 – O DEUS QUE DEVASTA MAS TAMBÉM CURA [Lucas Santtana]
Multi-instrumentista e compositor, Lucas Santtana já tem longa história no mercado musical brasileiro. O quinto álbum solo, O Deus que Devasta mas Também Cura, foi aclamado pela crítica nacional e internacional. Tocam no disco os músicos Marcelo Callado, Ricardo Dias Gomes, Bruno Buarque e Gustavo Benjão. As participações especiais ficam por conta de Kassin, Céu, Rica e Gui Amabis e Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz.
21 – PRA FICAR [Orquestra Contemporânea de Olinda]
O segundo disco da orquestra idealizada pelo percussionista Gilú Amaral foi produzido pelo músico Arto Lindsay, ex-integrante do grupo The Lounge Lizards, que já assinou álbuns de Caetano Veloso, Marisa Monte e Tom Zé.

22 – LEMBRA? [Rafael Castro]Lembra? é o oitavo disco de Rafael Castro, mas o primeiro em versão “física”. Com todos os instrumentos gravados em casa pelo próprio músico, a  sonoridade  mantém as referências dos trabalhos anteriores, com letras focadas em temas cotidianos e um tênue limiar instrumental entre o brega e o punk.
23 – SAMBANZO [Thiago França]O nome e o saxofone de Thiago França estão presentes em inúmeros projetos musicais dos últimos anos, sempre caracterizado por sua sonoridade agressiva e inventiva. No álbum de sua autoria, o músico vai ao continente africano buscar suas referências. O disco conta com a participação dos sempre parceiros Kiko Dinucci (guitarra), Marcelo Cabral (baixo), SambaSam (percussão) e Pimpa (bateria).
24 – À BEIRA DO DIA [Urucum na Cara]
O grupo mineiro Urucum na Cara já conta com mais de dez anos de história e várias formações. Em 2012, lançou seu primeiro álbum, passeando por músicas autorais, de formações anteriores, e indo para uma pesquisa sobre congado mineiro e música popular contemporânea de Belo Horizonte.
25 - EP Gentileza [Sonora Samba Groove]
Como o nome indica, o som da Sonora Sambra Groove tem chão no samba-rock. Gentileza é o segundo EP da banda, que é um dos novos expoentes da noite de João Pessoa (PB) e em setembro participou do Festival Hay Espiritu, em Madri, Espanha. O disquinho traz 6 músicas, sendo duas composições próprias, uma assinada por Adeildo Vieira e duas por Arthur Pessoa, da banda Cabruêra.